Serviço

Orientação Sistêmica Social

Juliano da Silva Damas Júnior
25/06/2019 - 16:13 - atualizado em 25/06/2019 - 16:15

 

Público-alvo: 

Estudantes

Assunto: 

Orientação Sistêmica Social

 

Objetiva conhecer a realidade (social, econômica, pessoal e familiar), o ajustamento à universidade e seus reflexos no cotidiano do estudante visando sua adaptação ao ambiente acadêmico, a permanência e a conclusão do curso de graduação. São ações e projetos estruturados numa concepção sistêmica com atendimentos individuais, em grupo, palestras, oficinas, rodas de conversa. 

PARA QUÊ?

  1. Ampliar reflexões sobre o estar na universidade.
  2. Propiciar o autoconhecimento e a busca de soluções para questionamentos pessoais e resultados insatisfatórios na academia.
  3. Viabilizar características e habilidades complementares à graduação: desenvoltura diante dos problemas; ressignificação da confiança, autonomia; estruturação financeira; organização de estudos; percepção do “eu” e do “outro”; sentido de identidade e pertencimento.

COMO É FEITA?

  1. INDIVIDUALMENTE: A partir da escuta ativa e ferramentas sistêmicas buscam-se reconhecer as especificidades e oferecer ações personalizadas.

 

  1. GRUPOS:  Espaço para socialização dos desafios, dilemas vivenciados, buscando incentivar a troca de experiências e desenvolvimento de uma percepção mais ampliada das dinâmicas inerentes ao indivíduo no ambiente universitário.

 

  1. PROGRAMAS E PROJETOS:
  1. PROGRAMA CONEXÕES SISTÊMICAS NA PERFORMANCE DA VIDA ACADÊMICA: Incentivar reflexões e ampliação da consciência sistêmica, visando à melhoria da confiança, autonomia, identificação, sociabilidade e da vida acadêmica do estudante. Estruturado por rodas de conversa, oficinas e palestras. Eventos acontecem periodicamente conforme demanda apresentada.

 

  1. Projeto Consciência do Meu Lugar na Universidade: proporcionar ao estudante um olhar diferenciado para “o como” se conecta ao ambiente universitário. São oficinas temáticas organizadas em três encontros: 

 

: Autoconhecimento e equilíbrio sistêmico: sinto leveza nas minhas relações? Provocar no estudante um olhar sistêmico para dentro da complexidade do seu sistema familiar e dessa maneira conduzi-lo a compreender as dinâmicas de repetição, aprovação e desaprovações que a família adota e como são efetivadas as trocas – dar e receber entre filhos/as e pais, familiares, colegas, amigos.

 

: Conexões sistêmicas: Ordem e Pertencimento: Conduzir ao estudante à identificação das dinâmicas de hierarquia, pertencimento, vinculação e exclusão atuantes nos seus sistemas e com isso liberar as energias represadas possibilitando o ganho de força e vitalidade para se desenvolver e crescer.

 

: Qual o meu Lugar no mundo...: oferecer ao estudante a oportunidade de olhar para si e entender o “lugar no qual se coloca na vida”, reconhecendo e alinhando possibilidades e limites em busca de viver de forma mais coerente “com o que sou”. A ampliação da nossa consciência e a observação sistêmica pode proporcionar uma percepção diferenciada do “como” nos conectamos à nossa vida e aos nossos objetivos pessoais e profissionais.

 

  1. Roda De Conversas- Vim de Fora e Estou na UFU. E AÍ? Possibilitar ao estudante estrangeiro e oriundo de outras localidades nacionais, reflexões acerca do ambiente universitário e do sentido de pertencimento, visando à identificação, melhoria da confiança, autonomia e a sociabilidade no espaço acadêmico. 

 

  1. COACHING SISTÊMICO: com o enfoque centrado na solução desenvolve ações por meio de exercícios sistêmicos e ponderações voltadas ao desdobramento do problema e como resolvê-lo, na premissa do indivíduo naturalmente criativo e dotado de recursos internos pode se posicionar, focar caminhos e encontrar a solução.

 

  • Bem-Estar aplicado à Vida Pessoal & Acadêmica: Identificar áreas da vida a melhorar e elaborar um plano de ação. 

 

  • Planejamento Sistêmico: Envolve um processo de autoconhecimento e tomada de consciência do nosso agir no mundo. Utiliza princípios sistêmicos para estabelecer e alcançar metas e objetivos. 

 

  1. CONSTELAÇÕES SISTÊMICAS PARA A VIDA PESSOAL E ACADÊMICA: Favorecer soluções profundas em questões e padrões de conduta repetitivos e inconscientes que influenciam decisões, às vezes, carregadas ao longo da existência pessoal e profissional.

 

 

Informações 

QUANDO PROCURAR? A qualquer momento do período letivo.

ONDE? Bloco 3E, Sala 125 do Campus Santa Mônica; telefone: (34) 3230-9556; e-mail: dipae@proae.ufu.br.