Acontece

Clube amador Santa Mônica UFU realiza ação contra o racismo no futebol

Equipe conta com atletas UFU que representam a universidade em diversas competições pelo país
Juliano da Silva Damas Júnior
04/12/2019 - 17:17 - atualizado em 04/12/2019 - 17:29

O time de futebol amador de Uberlândia, Santa Mônica UFU, realizou no último dia 24 de novembro uma ação contra o racismo no futebol. A iniciativa surgiu especialmente de um episódio envolvendo um atleta do Santa Mônica, que em uma partida do clube no Campeonato Amador deste ano, foi alvo de ataques racistas vindos da torcida adversária. Por conta desse episódio e de vários outros ataques envolvendo atletas brasileiros ao redor do mundo que foram alvo de preconceito, o clube se posicionou contra o racismo no futebol e em qualquer outro espaço social.

Por meio de panfletos, entregues no estádio Airton borges durantes as semifinais do campeonato amador, o clube evidenciou a importância da igualdade e dos movimentos de resistência nesse ambiente esportivo. O movimento contou com o apoio da LUF, Liga Uberlandense de Futebol Amador e foi coordenada pela assessoria do clube, que vem sendo feita por dois discentes do curso de Jornalismo da UFU: Mateus Oliveira e Felipe Melo.

O clube

O Santa Mônica UFU, é um clube amador de Uberlândia que comemorou no mês de novembro seu trigésimo sexto aniversário. A fundação se deu a partir do hoje presidente Luiz Cláudio, professor de Computação da UFU, que juntou os atletas da universidade em 1983 e decidiu criar o time. De lá pra cá, foram várias emoções, problemas e títulos importantes. Contudo, o perfil universitário sempre esteve presente na equipe, onde os alunos da universidade podem, através do esporte, encontrar uma forma de inserção social e interação com outros atletas, clubes e campeonatos.

Por ser formado por quase 100% de atletas universitários e que não recebem por partida, um dos maiores problemas do clube é a questão financeira, tendo que contar com auxílio de patrocinadores e dos próprios jogadores para entrar nas competições. Em 2019 o elenco disputou a segunda divisão do Campeonato Amador de Uberlândia, ficando a um empate de chegar nas semifinais e voltar para a série especial (Primeira divisão). A base do clube é formada pelos atletas UFU que também representam a universidade nas principais competições do calendário da CBDU, a Confederação Brasileira do Desporto Universitário. 

Apesar da eliminação no amador, o Santa Mônica segue firme em busca do tricampeonato da Liga Tangará, torneio que o time venceu em 2017 e 2018 e que vem sendo disputado aos finais de semana de novembro e dezembro. No torneio, a equipe lidera seu grupo com 6 pontos, sendo duas vitórias em dois jogos. O próximo desafio do Santa Mônica é nesse domingo ás 13h contra a Medicina UFU, o atual campeão das Olimpíadas UFU 2019. Basta um empate para o “Santa” confirmar sua vaga para o mata-mata e seguir em busca de mais um título na competição.